WSJ: Amazon lança novo modelo do leitor de textos eletrônicos Kindle

A Amazon Inc. apresentou uma versão maior - e mais cara - do leitor de textos eletrônicos Kindle e anunciou acordos com grandes editores de livros, jornais e universidades para expandir o mercado do dispositivo, informou o Wall Street Journal.

Agência Estado |

O novo Kindle DX foi apresentado em um evento hoje em Nova York e vai custar US$ 489. O modelo original custa US$ 359.

Com esse preço, não se sabe se estudantes e outros consumidores vão se adaptar ao novo Kindle. A Amazon não informou dados sobre vendas do dispositivo, mas o Citigroup estima que serão vendidos cerca de 1 milhão de unidades do modelo atual neste ano.

A nova versão tem tela de 9,7 polegadas, cerca de um terço maior do que a do Kindle atual, o que facilita a leitura de jornais e textos acadêmicos, afirmou o executivo-chefe da Amazon, Jeff Bezos. O executivo informou que o novo modelo já pode ser reservado para entrega em meados do ano.

O Kindle, lançado no fim de 2007, inicialmente era destinado à leitura de livros. No entanto, o novo modelo destaca a ambição da Amazon de transformar o dispositivo em um leitor eletrônico mais disseminado no mercado, para leitura de livros, jornais, revistas e usos acadêmicos.

Como parte desses esforços, o chairman da New York Times Co., Arthur Sulzberger Jr., anunciou que os jornais The New York Times, Boston Globe e Washington Post, vão oferecer o novo Kindle a um preço reduzido para assinantes de longo prazo. "Sabemos que isso vai aumentar significativamente nossa capacidade de atingir milhões de leitores", disse Sulzberger.

A distribuição digital de livros pode ser uma fonte estrategicamente importante para crescimento das vendas da Amazon e das editoras. O novo Kindle também poderá ler arquivos em PDF, bastante usado para documentos corporativos. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: amazon

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG