Woody Allen aceita US$ 5 milhões de marca de roupa depois de ação por foto

O ator Woody Allen aceitou nesta segunda-feira a indenização de 5 milhões de dólares oferecida pela indústria do vestuário American Apparel por utilizar, com fins publicitários, sua imagem numa foto na qual é mostrado como um judeu ortodoxo.

AFP |

O cineasta de 73 anos alega que a marca de roupas utilizou a imagem em anúncios sem a sua permissão e reclamava, de início, 10 milhões de dólares.

A marca, fundada pelo empresário canadense Dov Charney, alegava não ter feito nada errado ao utilizar uma foto retirada do filme "Noivo Neurótico, Noiva Nervosa", em uma cena na qual Allen aparece como um judeu ortodoxo.

Na audiência preliminar, Allen acusou a marca de utilizar anúncios "escabrosos", ao que a American Apparel respondeu que o cineasta não estava livre de escândalos em função do casamento com Soon-Yi Previn, filha adotiva de sua ex-mulher, a atriz Mia Farrow.

sms/fp/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG