Washington vive euforia coletiva com posse de Obama

WASHINGTON - A capital americana viveu nesta terça-feira uma euforia coletiva durante a cerimônia de posse de Barack Obama como 44º presidente dos Estados Unidos, que termina esta noite com centenas de festas espalhadas pela cidade.

Redação com agências internacionais |

A posse do primeiro governante negro do país reuniu desde o começo da manhã centenas de milhares de pessoas num dos principais parques da cidade, que vai do Capitólio ao monumento de Abraham Lincoln.

Os presentes nas celebrações, que segundo as estimativas iniciais poderiam se aproximar dos dois milhões , desafiaram as temperaturas abaixo de zero para ser testemunhas de um momento histórico.


Milhares lotam a frente do Capitólio / AP

O entusiasmo coletivo explodiu quando Obama apareceu pela primeira vez nos telões instalados no parque, e aumentou ainda mais quando foi proclamado oficialmente o 44º presidente do país, arrancando aplausos e lágrimas da multidão. (Leia mais sobre o discurso de posse de Obama)

"Pela primeira vez em minha vida estou verdadeiramente orgulhosa de ser americana", disse Wendy Pires, uma funcionária de museu da Pensilvânia. "E agora eu também posso viajar outra vez à Europa sem ter vergonha de ser americana", afirmou.

Sua filha Caroline, de 20 anos, contemplava extasiada o espetáculo: "Isto é incrível, ninguém nem nada tinha conseguido até agora nos entusiasmar desta maneira", disse.

Otimismo e fé no futuro

O otimismo e a fé no futuro que hoje se respirava em Washington, apesar da crise financeira e dos conflitos no Iraque e outra no Afeganistão, são uma boa demonstração da mensagem de mudança e esperança do novo líder americano.

"Estou esperançosa e não sou apenas eu. Acho que o país está pronto para fazer apagar as coisas ruins e começar de novo", expressou Jennifer Richer, de 35 anos.

Obama participa da posse ao lado da mulher, Michelle, e das filhas
Obama toma posse ao lado da mulher, Michelle, e das filhas

Para outros, como Trina Allen, uma psiquiatra negra de 41 anos da Carolina do Norte, a posse de Obama tem um significado muito especial.

"Meus pais foram criados no sul do país quando ainda existia a segregação e eu cresci ouvindo histórias de como não podiam entrar nos restaurantes e tinham de na parte de trás do ônibus", disse Allen. "Hoje estou aqui por eles e também pelos meus avôs. Queria que estivessem vivos para poderem ver este momento", afirmou.

Desfile presidencial

Após a cerimônia de posse, que terminou às 12h45 locais (15h45 de Brasília), as atenções se voltaram para o centro da cidade, uma curta distância, mas que precisou de horas para ser percorrida.

A transferência de poder da cerimônia de posse foi seguida de várias celebrações, como o desfile presidencial do Capitólio à Casa Branca, um espetáculo multicor que reuniu de grupos de bombeiros a bandas musicais e associações universitárias.

A multidão que já se encontrava no centro da capital americana saudou Obama e a primeira-dama, Michelle, que estavam na limusine presidencial.

Obama e Michelle, que desceram duas vezes da limusine, a última delas em frente à Casa Branca, participarão esta noite de dez bailes de gala oficiais.


Obama e Michelle desceram do carro duas vezes / AP

Parada presidencial

Após a caminhada até a Casa Branca, Obama e Michelle, acompanhados de suas filhas e do vice-presidente Joe Biden, assistiram à parada presidencial, com o desfile de mais de 90 bandas marciais.

A família se acomodou então na tribuna para acompanhar o desfile e mostrou muita animação com a passagem das bandas. Michelle e Obama até ensairam alguns passos de dança em meio aos convidados.


Obama e Michelle ensaiam passos de dança / AP

Celebrações extra-oficiais

As celebrações da posse incluem centenas de festas paralelas, como a organizada pela Human Rights Campaign Foundation, que receberá cerca de duas mil pessoas, a maioria gays e lésbicas, em sua "Festa da Igualdade".

Os que não tiverem sido convidados para nenhuma dessas festas poderão se reunir nos bares da cidade, que permanecerão abertos por toda a noite.

Análises

Opinião

Leia também:

Galerias de fotos

Vídeos

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG