Washington enviará reforços ao Afeganistão antes de nova estratégia

Os Estados Unidos começarão a enviar reforços militares ao Afeganistão, mesmo antes da definição de uma nova estratégia para esse país, visando a melhorar um quadro bastante degradado no plano de segurança, informou o porta-voz do Pentágono, Geoff Morrell, nesta terça-feira.

AFP |

"Qualquer que seja nossa estratégia global, temos de inverter a tendência à qual assistimos em algumas partes do país, em termos de degradação da segurança. Isso é a base de tudo o que o presidente (Barack Obama) poderá decidir em matéria de estratégia futura", declarou o porta-voz Morrell, em entrevista coletiva.

As autoridades americanas insistem em que o problema afegão não pode ser resolvido com uma solução puramente militar.

De qualquer maneira, "temos de manter um certo nível de segurança" para avançar nos outros planos, destacou Morrell.

O presidente Obama deve aprovar, em breve, o envio ao Afeganistão de até três brigadas americanas, cerca de 12.000 homens.

O Pentágono, que já tem 36.000 soldados estacionados no Afeganistão, pensa em enviar ao todo mais 30.000 homens nos próximos 12 a 18 meses.

dab/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG