A Bolsa de Nova York fechou em baixa nesta sexta-feira, afetada principalmente pelos valores financeiros e tecnológicos: Dow Jones perdeu 1,42% e Nasdaq, 2,01%, segundo números definitivos do fechamento." /

A Bolsa de Nova York fechou em baixa nesta sexta-feira, afetada principalmente pelos valores financeiros e tecnológicos: Dow Jones perdeu 1,42% e Nasdaq, 2,01%, segundo números definitivos do fechamento." /

Wall Street cai: Dow Jones -1,42%, Nasdaq -2,01%

A Bolsa de Nova York fechou em baixa nesta sexta-feira, afetada principalmente pelos valores financeiros e tecnológicos: Dow Jones perdeu 1,42% e Nasdaq, 2,01%, segundo números definitivos do fechamento.

AFP |

A Bolsa de Nova York fechou em baixa nesta sexta-feira, afetada principalmente pelos valores financeiros e tecnológicos: Dow Jones perdeu 1,42% e Nasdaq, 2,01%, segundo números definitivos do fechamento.

O Dow Jones Industrial Average cedeu 158,71 pontos, a 11.008,61 unidades, e o Nasdaq recuou 50,73 pontos, a 2.461,19.

O índice ampliado Standard and Poor's 500 retrocedeu 1,66% (20,09 pontos), a 1.186,69 unidades.

Após um início errático, os índices caíram durante a tarde.

"Houve muitas novidades negativas: Goldman Sachs, Grécia, Portugal", disse Anthony Conroy, da BNY ConvergEx Group.

"As preocupações são cada vez maiores a cada dia, e os investidores tratam de determinar para que direção vai o mercado". "Os resultados das empresas foram muito bons (...) mas já vivemos várias semanas de alta e é tempo de fazer uma pausa".

Os valores financeiros se viram particularmente afetados pelo caso do Goldman Sachs. Segundo a imprensa americana, promotores federais também investigam o banco, como já ocorre com o SEC, o órgão regulador da Bolsa.

O setor tecnológico também sofreu resultados financeiros decepcionantes.

Principal indicador econômico do dia, o crescimento dos EUA no primeiro trimestre foi de 3,2% em ritmo anual em relação aos três meses precedentes, abaixo da previsão de 3,3% dos especialistas.

Mas o índice ISM de atividade na região de Chicago e o índice de confiança das famílias medido pela Universidade de Michigan tiveram resultados melhores que os previstos.

No mercado de obrigações, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caiu a 3,663%, contra 3,728% na quinta-feira. Os papéis a 30 anos fecharam a 4,527%, contra 4,591%.

gmo/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG