LONDRES (Reuters) - O espaço aéreo sobre a Escócia e a Irlanda do Norte será fechado a partir das 3h (horário de Brasília) da quarta-feira devido à nuvem de cinzas lançada por um vulcão no sul da Islândia, informou a Autoridade de Aviação Civil Britânica nesta terça-feira.

Aeroportos devem ser fechados em duas regiões. A autoridade advertiu que a nuvem vulcânica poderia se mover mais para o sul, afetando potencialmente aeroportos no noroeste da Inglaterra e norte do País de Gales na quarta-feira.

" /

LONDRES (Reuters) - O espaço aéreo sobre a Escócia e a Irlanda do Norte será fechado a partir das 3h (horário de Brasília) da quarta-feira devido à nuvem de cinzas lançada por um vulcão no sul da Islândia, informou a Autoridade de Aviação Civil Britânica nesta terça-feira.

Aeroportos devem ser fechados em duas regiões. A autoridade advertiu que a nuvem vulcânica poderia se mover mais para o sul, afetando potencialmente aeroportos no noroeste da Inglaterra e norte do País de Gales na quarta-feira.

" /

Vulcão volta a fechar espaço aéreo de Escócia e Irlanda do Norte

LONDRES (Reuters) - O espaço aéreo sobre a Escócia e a Irlanda do Norte será fechado a partir das 3h (horário de Brasília) da quarta-feira devido à nuvem de cinzas lançada por um vulcão no sul da Islândia, informou a Autoridade de Aviação Civil Britânica nesta terça-feira.

Aeroportos devem ser fechados em duas regiões. A autoridade advertiu que a nuvem vulcânica poderia se mover mais para o sul, afetando potencialmente aeroportos no noroeste da Inglaterra e norte do País de Gales na quarta-feira.

Reuters |

LONDRES (Reuters) - O espaço aéreo sobre a Escócia e a Irlanda do Norte será fechado a partir das 3h (horário de Brasília) da quarta-feira devido à nuvem de cinzas lançada por um vulcão no sul da Islândia, informou a Autoridade de Aviação Civil Britânica nesta terça-feira.

Aeroportos devem ser fechados em duas regiões. A autoridade advertiu que a nuvem vulcânica poderia se mover mais para o sul, afetando potencialmente aeroportos no noroeste da Inglaterra e norte do País de Gales na quarta-feira.

"A situação é muito dinâmica, então, passageiros que têm planos de viajar a partir dos aeroportos afetados devem entrar em contato com suas companhias aéreas para confirmar se seus voos estão operando", afirmou a autoridade num comunicado na Internet.

Em abril, uma nuvem de cinzas vulcânicas do mesmo vulcão islandês fechou o espaço aéreo europeu por vários dias, provocando caos aéreo e deixando milhares de pessoas impedidas de viajar em diversos países.

(Reportagem de Avril Ormsby)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG