Vulcão volta a entrar em erupção no Chile

SANTIAGO, 4 de abril - Um dos mais ativos vulcões da América do Sul, o Llaima, no Chile, entrou em nova erupção neste sábado e expeliu um fluxo de mais de mil metros de lava, provocando a remoção de 10 pessoas, incluindo turistas, disseram autoridades. Situado na pitoresca região dos Lagos Chilenos, cerca de 700 quilômetros ao sul da capital, Santiago, o Llaima voltou à atividade em 1 de janeiro de 2008 e tem lançado esporadicamente cinzas e pedras piroclásticas.

Reuters |

"Nós retiramos 10 pessoas da área como medida de precaução", disse uma funcionária do Escritório Nacional de Emergências (Onemi, na sigla em espanhol), num primeiro aviso de alerta, pedindo para não ser identificada. "Esse número inclui moradores e turistas."

Cinzas do vulcão já haviam elevado o nível de um rio local, arrastando uma ponte de passagem de pedestres.

A funcionária acrescentou que os peritos ainda não puderam sobrevoar a área neste sábado por causa do tempo nublado.

Explosões de lava vermelho brilhante eram visíveis no céu à noite quando o vulcão entrou em erupção, afirmou a funcionária.

Em sua página na internet o escritório de emergências informou que houve "explosões permanentes que chegaram a 600 metros acima da cratera". A queda de cinzas é visível e se observou um fluxo de lava de mais de mil metros."

A imprensa local informou que o fluxo da lava aumentou para 3 quilômetros de extensão, mas o Onemi afirmou ser impossível calcular.

A rede de cerca de 2.000 vulcões chilenos é a segunda maior do mundo, só superada pela Indonésia. Há registros de que cerca de 50 a 60 entram em erupção e 500 são potencialmente ativos.

O Llaima, de 3.127 metros de altura, foi o segundo a entrar em erupção no país no ano passado.

O vulcão Chaiten, situado 1.222 quilômetros ao sul de Santiago, na região da Patagônia, voltou à atividade em maio pela primeira vez em milhares de anos, lançando cinzas, gás e pedras incandescentes e levando as autoridades a removerem milhares de pessoas da área.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG