Vulcão registra 45 explosões e põe equatorianos em alerta

Quito, 29 dez (EFE).- O Instituto Geofísico da Escola Politécnica do Equador registrou nas últimas 24 horas no vulcão Tungurahua 45 explosões de diversas intensidades e uma coluna de emissão de vapor de cinzas de quatro quilômetros sobre a base da cratera, informou hoje a instituição.

EFE |

Segundo o relatório do instituto, a atividade sísmica do vulcão, a 5.016 metros do nível do mar, se mantém alta e nas últimas 24 horas foram registrados dez tremores leves de "longo período", relacionados com o movimento de fluidos no interior da montanha.

Fora isso, o instituto registrou sete tremores constantes, que se produzem por emanações de gás e cinza, e 45 explosões de diversas intensidades que, para os que vivem nos arredores, soaram como "tiros de canhão".

Nas cercanias do Tungurahua, a 135 quilômetros do sul de Quito, no centro andino do país, habitam cerca de 20 mil pessoas.

O vulcão iniciou seu atual processo de erupção em 1999 e, desde então, intercalou períodos de grande atividade com espaços de relativa calma. EFE jc/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG