Vulcão obriga Equador a evacuar aldeia

O Tungurahua, de 5.019 metros de altura e situado a cerca de 180 quilômetros ao sul de Quito, começou sua atual erupção em 1999

EFE |

Várias aldeias situadas em áreas consideradas de alto risco foram evacuadas por conta da forte erupção do vulcão Tungurahua, no centro dos Andes equatorianos, que há duas semanas aumentou sua atividade. Habitantes da região comentaram à Agência Efe que foi realizada a evacuação de pessoas das áreas de perigo e que as autoridades bloquearam a entrada em locais de risco.

AFP
Vulcão Tungurahua, no Equador, aumentou sua potência de erupção neste sábado

"É uma forte erupção, com fluxos piroclásticos (material magmático) que estão descendo pelas fendas", informou um especialista do Instituto Geofísico (IG) da Escola Politécnica, lembrando que "o vulcão já vinha apresentando alguma atividade" há duas semanas, mas que aumentou sua potência na manhã deste sábado de forma considerável.

O Tungurahua, de 5.019 metros de altura e situado a cerca de 180 quilômetros ao sul de Quito, começou sua atual erupção em 1999 e, desde então, vem intercalando períodos de forte atividade e de relativa calmaria.

    Leia tudo sobre: vulcãoequador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG