Vulcão entra em erupção na Islândia; centenas deixam casas

A erupção de um vulcão na Islândia derreteu parte de uma geleira nesta quarta-feira, provocando uma forte inundação que ameaça danificar rodovias e pontes.

Reuters |

AP
Imagem de TV mostra vulcão que entrou em erupção na Islândia

Imagem de TV mostra vulcão que entrou em erupção na Islândia

A nuvem de fumaça foi vista saindo da cratera abaixo de uma camada de 200 metros de gelo da geleira Eyjafjallajokull, próximo ao local de outra erupção que começou no mês passado e arrefeceu apenas na segunda-feira, segundo a rádio estatal islandesa.

A Autoridade de Defesa Civil Islandesa ordenou que 700 pessoas saíssem de suas casas e disse que o gelo que estava derretendo da geleira havia causado grandes inundações que ameaçavam danificar rodovias e diversas pontes, disse uma autoridade à Reuters.

"Nós já tivemos que cavar alguns buracos nas ruas para que as enchentes escoassem e diminuíssem a pressão sobre as pontes", disse à Reuters Rognvaldur Olafsson, que está coordenando o resgate.

Grandes buracos que estavam visíveis na geleira de manhã haviam se transformado em uma rachadura contínua de cerca de dois quilômetros.

Cientistas haviam detectado um aumento na atividade sísmica próximo à geleira cerca de duas horas antes do vulcão entrar em erupção na manhã de quarta-feira, de acordo com a mídia local.

Em março, mais um vulcão entrou em erupção próximo à geleira de Eyjafjallajokull, mas não houve vítimas. O vulcão, situado abaixo da quinta maior geleira do país, já entrou em erupção cinco vezes desde a criação da Islândia, no século 9.

O país está localizada em uma região vulcânica ativa na Dorsal Média Atlântica, com erupções relativamente frequentes, apesar de a maioria ocorrer em áreas pouco habitadas e apresentarem pouco perigo à população e à infraestrutra. A última erupção antes de março ocorreu em 2004.

Leia mais sobre vulcões

    Leia tudo sobre: vulcão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG