Vulcão em erupção causa fechamento de aeroporto e evacuações na Guatemala

Chuva de cinzas chegou à capital do país, situada a cerca de 50 quilômetros da cratera

EFE |

Guatemala - O vulcão Pacaya, na Guatemala, entrou em erupção na noite desta quinta-feira, provocando o fechamento do aeroporto internacional e a evacuação urgente de pelo menos duas localidades próximas a sua cratera, informaram fontes oficiais. A chuva de cinza vulcânica chegou à capital, Cidade da Guatemala, situada a cerca de 50 quilômetros do vulcão, e em alguns lugares o material acumulado já chega a dez centímetros de espessura, segundo informações oficiais, enquanto as forças de socorro se mobilizam para proteger a população.

Após a forte erupção, registrada por volta das 19h pelo horário local (22h em Brasília), o Pacaya começou a lançar pequenas rochas, areia e cinzas. O vulcão tem sua cratera a uma altura de 2.522 metros acima do nível do mar, e está situado no município de Palín (sul do país). Fontes da Coordenadoria Nacional para a Redução de Desastres (Conred) disseram aos jornalistas que as localidades que estão sendo evacuadas já são as de El Rodeo e El Patrocinio, mas não há informação sobre a quantidade de pessoas afetadas.

Por sua parte, o diretor do Instituto Nacional de Vulcanologia (Insivumeh), Eddy Sánchez, explicou que, apesar das chuvas que caem na região, a cinza e areia lançadas pelo vulcão estão afetando a capital e várias localidades em sua periferia norte. Segundo pôde comprovar a agência Efe, em colônias do norte da cidade a areia e a cinza lançadas já chegam a vários centímetros de espessura.

Fontes de aeronáutica civil informaram que foi fechado o aeroporto internacional La Aurora, da capital, pois a pista está coberta por material vulcânico. O porta-voz da Polícia, Donald González, informou que a instituição enviará um contingente às localidades que estão sendo afetadas para ajudar a retirar os habitantes. O diretor do Insivumeh disse que espera que a situação no vulcão se mantenha assim durante algum tempo, e pediu à população que tenha calma.

    Leia tudo sobre: iGvulcãoguatemala

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG