Vulcão do México expele coluna de cinzas de 3 km de altura

Popocatépetl, a segunda maior montanha do México, lança fumaça regularmente e é visível de algumas áreas da capital

EFE |

Reuters
Vulcão Popocatépetl expele nuvem de cinzas no México
O vulcão Popocatépetl, localizado perto da capital mexicana, expeliu nesta sexta-feira uma coluna de cinzas que alcançou uma altura de aproximadamente 3 quilômetros, informou o Centro Nacional de Prevenção de Desastres (Cenapred) da Secretaria de Governo do México.

O vulcão, que tem uma altura de 5.426 metros acima do nível do mar (é a segunda maior montanha do México), lança fumaça regularmente e é visível de algumas áreas da Cidade do México.

O Cenapred indicou em um comunicado que a emissão de cinzas desta sexta-feira começou com um "tremor" que foi "aumentando sua amplitude por alguns minutos", mas que depois diminuiu.

Os ventos inicialmente deslocaram as cinzas na direção oeste, rumo ao Estado do México, indicou o organismo. No entanto, à medida que ganhou altitude, "mudou o rumo para o leste-nordeste".

Atualmente o sistema de alerta vulcânico, que consta de três cores - verde (normal), amarelo (alerta) e vermelho (alarme) -, encontra-se no amarelo, e a emissão de cinzas não mudou a situação.

Por enquanto, as autoridades mantêm a proibição de chegar a mais de 12 quilômetros da cratera. Segundo um estudo recente da Universidade Autônoma Metropolitana (UAM) do México, o Popocatépetl perdeu quatro de suas geleiras nos últimos 15 anos por conta do aquecimento global.

    Leia tudo sobre: vulcãoméxicoerupção

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG