Votações são encerradas em Portugal; previsão é de abstenção alta

LISBOA - As eleições legislativas em Portugal terminaram às 16h de Brasília nos últimos colégios eleitorais que ainda permaneciam abertos no arquipélago dos Açores em meio a projeções de uma alta abstenção em todo o país.

Redação com agências internacionais |

No total, 9,4 milhões de portugueses foram convocados às urnas para escolher um novo Parlamento. Segundo pesquisas de boca-de-urna das emissoras de televisão portuguesas, a abstenção ficou entre 36,9% e 43% do eleitorado.

AP
Chefe de campanha do Partido Socialista e atual ministro do Trabalho português, José Vieira da Silva
José Socrates, lider do Partido Socialista e primeiro-ministro concede entrevista


No pleito de 2005, quando foi eleito o atual primeiro-ministro, o socialista José Sócrates, este índice foi de 35%.

Socialistas declaram vitória

O Partido Socialista (PS), que governa em Portugal, se declarou como o vencedor das eleições depois que as projeções divulgadas pela televisão portuguesa atribuíssem à legenda entre 36% e 40% dos votos.

O chefe de campanha do PS e atual ministro do Trabalho português, José Vieira da Silva, proclamou a vitória de seu partido.

Segundo estas projeções, o PS perde a maioria absoluta conquistada em 2005 e precisará fazer alianças para governar.

Leia mais sobre: Portugal

    Leia tudo sobre: eleiçõesportugal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG