Vôos da CIA para Guantánamo passaram por Portugal

O ministério de Transportes de Portugal confirmou que 56 vôos da CIA vindos de Guantánamo, ou seguindo para a base americana, passaram por Portugal entre julho de 2005 e dezembro de 2007, indicou nesta sexta-feira em Lisboa o deputado comunista Jorge Machado.

AFP |

Machado afirma ter recebido a lista dos vôos por parte do governo em um documento que informa que, por se tratar de vôos militares, os mesmos não eram controlados.

Cinco aeronaves fizeram escala na base militar americana de Lajes, no arquipélago de Açores, utilizada como porta-aviões dos Estados Unidos no Atlântico há mais de meio século.

O governo português havia afirmado reiteradamente ter investigado a utilização de seu espaço aéreo por aviões da CIA sem encontrar provas de qualquer ilegalidade.

"Primeiro nos dizem que não houve vôo. Agora nos dizem o contrário. Não seria ruim que o governo mostrasse mais transparência. O governo não sabe o que não quer saber", afirmou Machado.

Em fevereiro de 2007, a justiça portuguesa abriu uma investigação sobre o sobrevôo de aviões por Portugal que transportavam presos da CIA.

Segundo a ONG britânica Reprieve, 94 vôos da CIA, com destino ou vindo de Guantánamo, utilizaram o espaço aéreo português entre 2002 e 2006, transportando mais de 700 presos. Portugal sempre desmentiu as alegações.

lf/fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG