As famílias dos desparecidos do Airbus A330 da Air France têm ainda uma esperança de que sejam encontrados sobreviventes, declarou à imprensa Guillaume Denoix de Saint-Marc, porta-voz de uma associação de vítimas, que se encontrou com elas nesta terça-feira, num hotel, perto do aeroporto parisiense de Roissy.

Dizendo-se enviado pelas autoridades francesas, Denoix de Saint-Marc, que também é porta-voz da associação francesa de vítimas do terrorismo, afirmou que "os parentes vivem a angústia de saber o que aconteceu. Todos ainda têm uma esperança, por menor que seja", declarou, depois de se encontrar com 50 pessoas.

"No momento, elas não aceitam a realidade porque não têm nenhuma prova mais concreta. Uma senhora chegou a desabafar: diga-me que há uma esperança", contou.

sj/ls/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.