Voluntários europeus são seqüestrados na Somália

Paris, 5 nov (EFE).- Um grupo de homens armados seqüestrou hoje quatro voluntários da organização humanitária Ação Contra a Fome (ACF), assim como dois pilotos quenianos na cidade somali de Dhusa Marib.

EFE |

Dos quatro trabalhadores seqüestrados, "dois são franceses, um búlgaro e outro belga", informou à agência Efe uma porta-voz da organização, com sede em Paris.

Segundo a informação de que dispõe a ACF, os quatro voluntários e os dois pilotos foram vítimas de uma emboscada de um grupo de homens armados quando se dirigiam ao aeroporto para voltar à capital do Quênia, Nairóbi.

A equipe da organização viajava em um comboio quando foi atacada, segundo um comunicado divulgado pela organização, por seqüestradores que "levaram em um veículo os quatros voluntários e os dois pilotos do avião fretado pela Comissão Européia".

Ação Contra a Fome criou uma célula de crise, em Paris e em Nairóbi, para acompanhar o seqüestro.

A associação está presente desde 1992 na Somália, onde conta com três bases de operações. EFE pi/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG