Londres, 29 mai (EFE).- Jack Tweed, viúvo de Jade Goody, a participante do Big Brother britânico que vendeu à imprensa sua história antes de morrer de câncer, em março, saiu hoje da prisão após cumprir uma condenação por agredir um taxista.

Tweed, de 21 anos, saiu da prisão de Newmarket, no condado de Suffolk (sudeste da Inglaterra), em companhia da mãe, Mary, e do amigo Mark Wright.

Em 14 de abril, o viúvo de Goody foi condenado a 12 semanas de prisão por agredir um taxista, em uma audiência realizada no tribunal de Harlow (sudeste da Inglaterra), mas ele só teve que cumprir metade da pena.

A juíza Margaret Webb afirmou então que a "mudança das circunstâncias pessoais" do acusado serviu de atenuante da sentença.

Tweed se casou em fevereiro com Jane, que realizou o último grande sonho da vida e cuja exclusiva do casamento ela vendeu por pouco mais de 1,1 milhão de euros (US$ 1,4 milhão) à imprensa.

Com a venda da história, a ex-participante do Big Brother buscava arrecadar dinheiro para os dois filhos.

Goody morreu em 22 de março aos 27 anos, após perder uma batalha contra o câncer que ela transformou em um reality show. EFE pa/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.