Uma aposentada americana encontrou um bilhete de loteria premiado em US$ 10 milhões (pouco mais de R$ 23 milhões) nos pertences do marido, quase dois meses depois de ele morrer.

Charlotte Peters, de 78 anos, da cidade de Danbury, em Connecticut, disse ter ficado "paralisada" ao perceber que entre os bilhetes comprados no esquema "Teimosinha" por dez semanas estava um premiado.

O marido, o ex-operário Donald Peters, de 79 anos, havia feito as apostas poucas horas antes de sofrer um ataque cardíaco fatal, no início de novembro.

Ao buscar o prêmio, na semana passada, Charlotte disse que ainda não sabia como iria gastar o dinheiro.

"Eu sempre quis ter um Corvette, mas acho que vou ficar com um carro pequeno mesmo", contou. "Talvez eu vá ao cassino de Mohegan Sun."
"Não sei. Vou para casa, me sentar e refletir primeiro", concluiu.

Os filhos do casal disseram que o pai teria achado a situação engraçada.

Leia mais sobre loteria

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.