A viúva do ex-ditador chileno Augusto Pinochet desmentiu que seu marido tenha tido um filho fora do casamento e afirmou que é mentira que o general tenha acumulado um fortuna ilegal, em carta publicada neste domingo no jornal El Mercurio.

Lucía Hiriart, em uma carta dirigida "a todos os chilenos", critica a recente publicação do livro "La Familia - Historia privada de los Pinochet", afirmando que seus autores "mentem publicamente com o único objetivo de nos difamar".

A viúva afirma que as situações narradas no livro dos jornalistas Claudia Farfán e Fernando Vega se baseiam em boatos para prejudicar a reputação de Pinochet, "que já não pode se defender".

O ex-ditador (1973-1990) morreu em dezembro de 2006.

O casal Pinochet-Hiriart teve cinco filhos, Lucía, Augusto, Verónica, Marco Antonio e Jaqueline. O livro reconstroi o romance secreto que Augusto Pinochet teria mantido no Equador com Piedad Noé quando esteve nesse país nos anos 50 e a suposta existência de um filho que teria nascido nesse país, mas seria fruto com outra mulher.

Já o escândalo "Caso Riggs" explodiu em 2004, quando foram reveladas as contas bancárias secretas com mais de 20 milhões de dólares nesse banco nos Estados.

nr/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.