Vitória republicana na Geórgia impede controle democrata do Senado dos EUA

WASHINGTON - O senador republicano Saxby Chambliss conseguiu hoje sua reeleição no Estado da Geórgia, em um segundo turno na qual derrotou Jim Martin, o que impedirá os democratas de obter o controle decisivo do Senado dos Estados Unidos.

EFE |

Com 99% dos votos apurados, Chambliss obteve 57% dos votos, enquanto o democrata Martin conseguiu 43%, informa hoje o jornal "The Atlanta Journal-Constitution" em seu site.

A vitória de Chambliss frustrou a possibilidade de que o Partido Democrata, do presidente eleito Barack Obama, consiga uma maioria de 60 votos em um Senado de 100 membros, o que permitiria neutralizar as manobras da oposição.

"Todos tinham os olhos voltados para a Geórgia e mandaram uma forte mensagem ao mundo de que os valores conservadores georgianos importam", disse Chambliss a seus simpatizantes, depois que Martin reconheceu a derrota.

Chambliss, que recebeu um ativo apoio da ex-candidata à vice-presidência pelo Partido Republicano Sarah Palin, já tinha derrotado Martin em 4 de novembro - nas quais participou um terceiro candidato a senador, pelo Partido Libertário -, mas não conseguiu mais de 50% dos votos.

Com este resultado, os democratas somam 56 senadores e os republicanos, 41, além de dois independentes. O resultado no estado de Minnesota está ainda sujeito a uma nova apuração dos votos.

Nas eleições presidenciais de 4 de novembro, a vitória na Geórgia foi para o candidato republicano John McCain.

Leia mais sobre Estados Unidos

    Leia tudo sobre: estados unidos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG