Vitória de Tadic na Sérvia é confirmada após apuração de 95,16% dos votos

Belgrado - Após a apuração de 95,16% dos votos nas eleições legislativas do último domingo na Sérvia, foi confirmada a vantagem de mais de 9 pontos da lista pró-UE diante dos ultranacionalistas, informa a Comissão Eleitoral (RIK).

EFE |

O Partido Democrático (DS), do presidente Boris Tadic, e seus aliados na "Lista para uma Sérvia européia" obtiveram 38,75% dos votos, o que lhes garantirá 102 das 250 cadeiras do Parlamento de Belgrado.

Já o Partido Radical Sérvio (SRS) obteve 29,22% do apoio, o que representa 77 cadeiras, sendo seguido pelo Partido Democrático da Sérvia (DSS), do atual primeiro-ministro Vojislav Kostunica, que com seu parceiro Nova Sérvia tem 11,34% dos votos apurados e 30 cadeiras.

Além disso, o Partido Socialista da Sérvia (SPS), fundado por Slobodan Milosevic, recebeu 7,57% dos votos e 20 cadeiras, indicam os últimos da RIK.

Também entrará no Parlamento o Partido Liberal-Democrático (LDP), com 5,30% dos votos e 14 cadeiras.

Os partidos das minorias húngara, bósnia e albanesa, que segundo a lei não tiveram que superar a marca de 5%, também estarão representados no novo Parlamento e juntos somarão 7 cadeiras.

A RIK deverá publicar os resultados definitivos do pleito do domingo antes das 15h da próxima quinta (horário em Brasília).

Após este anúncio, poderão começar oficialmente as negociações para formar um novo Governo, segundo o definido pela lei.

No entanto, hoje já aconteceram as primeiras conversas entre o líder do ultranacionalista SRS, Tomislav Nikolic, e Kostunica, informa a agência de notícias "Tanjug", que informou que "prosseguirão" estes contatos.

Apesar de sua derrota, Nikolic reivindicou seu direito de tentar formar o Governo, objetivo para o qual convidou a juntarem também os socialistas.

Leia mais sobre: Sérvia

    Leia tudo sobre: sérvia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG