Vítimas judias de atentados em Mumbai são enterradas em Israel

Jerusalém, 2 dez (EFE).- Israel enterrou hoje as seis vítimas judias dos atentados terroristas perpetrados em Mumbai (ex-Bombaim), entre elas a mexicana Norma Shvarzblat Rabinovich, que tinha planejado imigrar ontem para Estado Judeu.

EFE |

Dezenas de milhares de israelenses participaram hoje dos enterros das vítimas do atentado, na semana passada, perpretados por vários terroristas à sede da organização judia Chavad, em Mumbai, posteriormente tomada por autoridades indianas, informou a imprensa local.

O funeral da mexicana aconteceu no principal cemitério de Jerusalém, Har Hamenujot, onde estiveram presentes seus três filhos, assim como representantes da Agência Judaica e da Embaixada do México em Israel.

Norma Shvarzblat, de 50 anos, tinha estado nos dois últimos meses viajando pela Índia e visitava o centro judeu quando aconteceu o atentado.

A Mexicana pretendia voar ontem, segunda-feira, a Israel para fazer aliá (migração e obtenção da nacionalidade para qualquer judeu) e poder celebrar o 18º aniversário de um de seus filhos.

"Ironicamente, ela tinha previsto fazer aliá e hoje é enterrada aqui", disse à Agência Efe o porta-voz da Agência Judaica, Michael Jankelowitz.

Segundo ele, embora o Governo não a reconheça como cidadã israelense, pois não pôde obter a nacionalidade, a instituição a considera vítima do terrorismo e dará à família as compensações correspondentes. EFE db/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG