San Salvador, 29 jul (EFE).- Duas crianças morreram em consequência da gripe suína em El Salvador, e com isso subiu para nove o número de mortos e 556 os casos confirmados desta doença, informou hoje o Ministério da Saúde do país.

Uma das vítimas foi uma menina de 10 anos que morreu em 27 de julho em um hospital de San Salvador, onde permaneceu oito dias em estado crítico, depois que a transferiram do departamento de Santa Ana.

A menor, que era tratada desde 2006 por causa de vômitos com sangue e anemia, apresentou sangramento ativo e febre, entre outros, detalhou o escritório de saúde, em comunicado.

A outra morte foi também 27 de julho e se tratou de uma criança de 3 meses que foi internada na UTI em um hospital de Santa Ana.

Não foi confirmado ainda se uma jornalista que morreu na sexta-feira passada, e que fez exames para diagnosticar se tinha contraído a doença, é outra vítima do vírus A (H1N1).

Segundo o Ministério da Saúde, até o momento, foram contabilizados 556 casos confirmados do vírus H1N1 no país, 154 suspeitos e 157 pessoas são mantidas sob vigilância.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE lb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.