Vítimas do massacre de Virginia Tech fecham acordo de 11 milhões de dólares

Sobreviventes e familiares das vítimas do massacre da Universidade Virginia Tech, no ano passado nos Estados Unidos, fecharam um acordo com o estado da Virginia calculado em mais de 11 milhões de dólares, informaram advogados na terça-feira.

AFP |

"O acordo histórico com a Cuminidade da Virginia alcançará mais de 11 milhões de dólares em compensações financeiras, benefícios de saúde e assistência não financeira para as vítimas e familiares de sobreviventes do massacre de Virginia Tech, em 16 de abril de 2007", anunciaram os advogados Peter Grenier e Douglas Fierberg em um comunicado.

Em troca "da consideração substancial que receberão seguindo o acordo as famílias signatárias renunciam ao direito de processar a Comunidade da Virginia", explicou Fierberg à AFP.

Ao todo, 32 alunos e funcionários da universidade pública foram assassinados no ano passado pelo estudante Cho Seung-Hui. Além das mortes, várias pessoas ficaram feridas.

Ainda segundo os advogados das vítimas, o acordo garante que "as vítimas seriamente feridas serão bem recompensadas e suas necessidades médicas serão cobertas por toda a vida".

"As famílias que perderam entes queridos também serão ressarcidas e receberão assistência", indica o comunicado.

"O acordo também determinará a apresentação de fatos não revelados previamente e informações que apareceram após a investigação de nossa firma, permitindo que o público tenha uma melhor compreensão dos eventos que provocaram essa tragédia sem sentido e as razões pelas quais se chegou a um acordo com a Virginia", concluiram.

kdz/ap/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG