Visitante decapita boneco de cera de Hitler no Madame Tussauds de Berlim

Berlim, 5 jul (EFE).- Um homem de 41 anos foi detido por arrancar a cabeça do boneco de cera de Adolf Hitler no museu Madame Tussauds de Berlim, durante o primeiro dia em que esteve aberto ao público, informou a Polícia.

EFE |

A presença do boneco de Hitler no Madame Tussauds tinha gerado fortes críticas na Alemanha.

Os responsáveis do museu se defenderam dizendo que Hitler pertence à história alemã e que, além disso, a figura o mostra já em sua época de decadência, trancado em seu bunker e cercado pelo estrondo de bombas aliadas.

Apesar das explicações, muitos políticos locais tinham qualificado de mal gosto a presença do boneco de Hitler na exposição.

Segundo a Polícia, o responsável pela decapitação vive no bairro de Kreuzberg, um lugar emblemático por seu multiculturalismo e porque seus habitantes costumam votar na esquerda.

O homem aparentemente queria protestar contra o fato de que o boneco de Hitler fizesse parte da exposição do museu.

O detido se aproximou por volta das 10h (local) do boneco de Hitler e quando se dispôs a tocá-lo outro visitante tentou de dissuadi-lo, o que levou a uma briga entre os dois.

Finalmente, o homem de Kreuzberg arrancou a cabeça do boneco. EFE rz/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG