Visita de Lugo ao Brasil é adiada de 8 para 29 de abril

Assunção, 21 mar (EFE).- A visita ao Brasil do presidente paraguaio, Fernando Lugo, inicialmente prevista para 8 de abril, foi adiada para o dia 29 do mesmo mês, segundo fontes oficiais citadas hoje pela imprensa local.

EFE |

A mudança de data "tem a ver com a necessidade" das partes de "ter mais tempo para preparar os temas bilaterais" a respeito dos quais as partes buscam "uma declaração", afirmou Gustavo Codas, assessor de Assuntos Internacionais da Presidência paraguaia.

Codas disse ainda que o adiamento foi discutido com o vice-chanceler brasileiro, Samuel Pinheiro Guimarães, que viajou esta semana à capital paraguaia para acertar as questões que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva abordará nas conversas com Lugo em Brasília.

Em Assunção, o vice-chanceler paraguaio, Jorge Lara Castro, reiterou a Pinheiro Guimarães o interesse das autoridades de seu país em renegociar o tratado de construção da hidrelétrica binacional de Itaipu.

A esse respeito, em entrevista no último dia 15, o presidente do Paraguai reafirmou que seu país foi tratado com "inferioridade" no acordo para a construção da usina.

O Tratado de Itaipu, assinado em 1973, diz que Brasil e Paraguai têm, cada um, direito a 50% da energia gerada pela hidrelétrica.

Além disso, o acordo permite que os megawatts não usados por uma parte possam ser vendidos à outra a um preço fixo.

Insatisfeito com os valores que o Brasil paga pela energia excedente, o Paraguai agora cobra um aumento no preço dos megawatts comercializados e também a opção de negociar com outros países.

A agenda da visita de Lugo ao Brasil também inclui conversas sobre programas de cooperação no âmbito comercial, migratório e de segurança, além da construção de uma segunda ponte sobre o rio Paraná e de um novo posto fronteiriço sobre o rio Paraguai. EFE lb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG