Moscou, 26 jan (EFE).- As autoridades iranianas adiaram a visita de três dias à Rússia que o secretário do Conselho Superior para a Segurança Nacional do Irã, Saeed Jalili, deveria iniciar hoje, informaram fontes oficiais russas.

"Esta visita devia acontecer entre 26 e 28 de janeiro, mas foi adiada por iniciativa da parte iraniana", disse à agência "Interfax" um representante do Conselho de Segurança do Kremlin, que ressaltou que o convite russo a Jalili continua de pé.

A imprensa oficial iraniana indicou que a visita de Jalili a Moscou é de "grande importância" e é adiada a fim de prepará-la melhor e precisar sua agenda para obter melhores resultados, informam as agências russas de Teerã.

Fontes governamentais em Moscou disseram que Jalili, o principal negociador sobre o programa nuclear do Irã, devia se reunir em Moscou com o secretário do Conselho de Segurança do Kremlin, Nikolai Patrushev.

A reunião com Patrushev, que visitou o Irã no ano passado, devia se concentrar nos principais aspectos da cooperação entre Moscou e Teerã, disseram as fontes, que não descartaram que Jalili se reunisse também com outros altos dirigentes russos.

O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, pediu na semana passada que o Irã esclarecesse todas as dúvidas a respeito de seu programa nuclear, apesar de ter defendido o diálogo com Teerã e se mostrado contra a imposição de novas sanções cogitadas pelos Estados Unidos.

Embora a Rússia seja considerada, junto com a China, o principal valedor do Irã nas negociações sobre seu polêmico programa nuclear, as relações entre Moscou e Teerã foram prejudicadas ultimamente por causa de uma série de problemas. EFE si/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.