Vírus mata 21 crianças e infecta 3.000 em cidade do leste da China

Um vírus altamente patogênico já matou 21 crianças e infectou quase 3.000 em uma cidade do leste da China, informou nesta sexta-feira a agência oficial Nova China.

AFP |

A epidemia de enterovírus (EV71) afetou 2.946 crianças, em sua maioria de menos de seis anos de idade, na cidade de Fuyang, província de Anhui. Há atualmente 879 crianças hospitalizadas, nove delas em estado crítico, indicaram autoridades sanitárias dessa cidade, citadas pela agência chinesa.

Os hospitais da cidade começaram a receber em março casos de crianças com sintomas da doença, como temperatura alta e bolhas na boca ou nas mãos, prossegue o informe.

Mas a imprensa começou a veicular notícias dessa epidemia somente na segunda-feira passada.

O jornal da Liga da Juventude Comunista traçou um paralelo desta epidemia com a crise da Síndrome Aguda Respiratória Severa (SRAS) em 2003.

Nessa ocasião, o governo chinês foi duramente criticado pela comunidade internacional, por ter ocultado durante seis meses informações sobre a epidemia, o que contribuiu para sua propagação e gerou uma neurose coletiva.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou na quarta-feira que a situação do EV71 continuava sendo "objeto de preocupações, sobretudo pelo número elevado de casos mortais em relação a anos anteriores".

sai/dm

    Leia tudo sobre: china

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG