Vírus de nova gripe causa mais danos pulmonares que de comum

Londres, 13 jul (EFE).- O vírus da gripe suína, responsável pela atual pandemia, causa mais danos pulmonares que o da gripe comum, de acordo com um estudo divulgado hoje pela revista Nature.

EFE |

Isso não bloqueia, mas o torna sensível ao tratamento com os medicamentos antivirais existentes, segundo o estudo.

Yoshihiro Kawaoka e sua equipe da Universidade de Wisconsin analisaram cepas do vírus extraídas de pacientes infectados pela doença e estudaram sua taxa de mortalidade em quatro animais.

Em ratos, furões e macacos, a infecção pelo vírus tem efeitos mais graves que o da gripe comum.

Esses vírus também podem infectar os porcos, que não adoecem pelo contágio, o que poderia explicar a ausência de relatórios sobre surtos na população suína antes de sua transmissão aos seres humanos.

O vírus da nova gripe parece estar estreitamente relacionado com os vírus responsáveis pela pandemia de gripe de 1918 e os anticorpos obtidos de pacientes nascidos antes de 1920 o reconhece.

No entanto, a equipe de pesquisadores não encontraram provas de que as pessoas que nasceram depois dessa data tivessem anticorpos capazes de reconhecer as novas cepas.

Todos os medicamentos antivirais experimentados, incluindo o Tamiflu, foram eficazes contra o novo vírus em um cultivo de células, o que justifica seu uso como primeira forma de defesa contra a pandemia, afirma a "Nature".

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE jr/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG