Vírus da gripe é transmitido de humanos a porcos na Argentina

Buenos Aires, 25 jun (EFE).- As autoridades de saúde da Argentina detectaram que o vírus da gripe suína foi transmitido de humanos a porcos de uma propriedade rural da província de Buenos Aires, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

A imprensa local assegura que até agora apenas tinha sido provado um contágio deste tipo desde que o surto da doença na América do Norte teve início e se registrou em uma fazenda do Canadá no início de maio.

A gripe suína já deixou 21 mortos na Argentina, a grande maioria na capital do país e na província de Buenos Aires, de acordo com o boletim oficial divulgado nesta quarta-feira, segundo o qual há um total de 1.391 contagiados.

A variante humana do vírus AH1N1 em porcos foi detectada pelo Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) "no marco das atividades de vigilância epidemiológica que realiza", disse hoje o organismo em seu site.

Os porcos estavam "em um estabelecimento de produção suína da província de Buenos Aires" e "a partir desta situação se procedeu a interditar o estabelecimento para observar a evolução da doença e determinar as medidas a ser adotadas", acrescentou.

"A suspeita de presença da doença foi confirmada por análise de laboratório", acrescentou o Senasa antes de lembrar que a gripe "não se transmite pelo consumo de carne de porco, tal qual confirmam a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Mundial para a Agricultura e a Alimentação (FAO)". EFE hd/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG