Violência xenófoba se propaga a sete das nove províncias da África do Sul

Os ataques a trabalhadores imigrantes estrangeiros propagavam-se hoje na África do Sul, onde já afetam sete das nove províncias do país.

AFP |

Os ataques contra os imigrantes, que começaram há duas semanas e assolaram os bairros periféricos pobres de Johannesburgo causando 42 mortos e 17.000 deslocados, se estenderam hoje pela primeira vez aos arredores de Cidade do Cabo (sudoeste), o importante conglomerado turístico onde também fica a sede do Parlamento.

Por ironia do destino, foi precisamente uma reunião pública sobre a xenofobia que degenerou os ataques de grupos violentos contra lojas pertencentes a cidadãos do Zimbábue em Dunoon, um bairro pobre a 20 km ao norte de Cidade do Cabo.

O Congresso Nacional Africano (CNA), o partido no poder, pediu a seus militantes criarem comitês nas periferias pobres das cidades para "tirar das ruas os criminosos".

bur-fpp/sd

    Leia tudo sobre: áfrica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG