Violência volta a subir em agosto no Iraque

BAGDÁ - A violência voltou a crescer em agosto no Iraque, com 580 mortes em atentados ou ataques, mais do que o dobro dos 275 mortos de julho, informaram fontes do Ministério do Interior iraquiano.

Redação com agências internacionais |

As estatísticas mostram também um crescimento no número de feridos - 1,5 mil em agosto contra 975 em julho.

Um dos episódios mais violentos ocorreu no dia 19 de agosto, em que 600 pessoas ficaram feridas e 87 morreram em uma série de ataques.

Das 580 vítimas fatais de agosto, somente 32 eram militares ou policiais. A maioria das pessoas foi morta em consequência da explosão de carros-bomba em templos religiosos, mercados e áreas residenciais, assim como em prédios oficiais, além de explosivos colocados em estradas.

Neste ano, abril foi o mês que registrou mais vítimas da violência no Iraque, com um total de 680 mortos.

Além disso, 4.336 soldados dos Estados Unidos foram mortos no país desde o início da ocupação, em 2003, sendo oito deles em agosto.

Dois meses se passaram - 30 de junho - desde que as tropas americanas saíram das áreas urbanas do Iraque, deixando o controle da segurança à polícia e ao Exército iraquianos.

* Com EFE

Leia mais sobre: Iraque

    Leia tudo sobre: atentadosiraqueviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG