Genebra, 18 mai (EFE).- O número de deslocados internos no Paquistão já chega a 2 milhões, dos quais 1,4 milhão se registraram nas últimas duas semanas, denunciou hoje o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

"Faz anos que não vemos um deslocamento tão maciço em tão pouco tempo", afirmou o porta-voz do Acnur, Ron Redmon.

Por essa razão, o alto comissário António Guterres pediu "a ajuda maciça e urgente" da comunidade internacional aos "milhares de deslocados que fogem dos combates no noroeste do país". EFE mh/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.