Violência com origem na religião cresce 18% na Indonésia

Jacarta, 11 dez (EFE).- A violência com origem na religião cresceu 17,7% no último ano na Indonésia, segundo um relatório do Instituto Wahid, especializado em estudos islâmicos.

EFE |

O centro, que promove o pluralismo e a tolerância entre as diferentes crenças, o Governo da Indonésia pela escalada dos distúrbios, por ser incapaz de frear aos grupos radicais, informou hoje a imprensa local.

O estudo considera que o Executivo foi "fraco" na administração de penas aos violentos, o que marca uma "preocupante tendência para o futuro".

Em 2008, foram registrados 232 atos violentos de origem religiosa no país, frente aos 197 cometidos no ano anterior, segundo números do organismo.

Estas ações incluem ataques físicos, destruição de casas e locais de culto, assim como acusações de apostasia e heresia.

A Indonésia é o país de maior população muçulmana do mundo, com mais de 200 milhões de fiéis, e a maioria deles professa um islã de caráter moderado. EFE jpm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG