pelo menos 723 pessoas em todo o país." / pelo menos 723 pessoas em todo o país." /

Violação de toque de recolher deixa um morto e 55 detidos no Chile

Um morto e 55 detidos foi o balanço da primeira noite sob toque de recolher na cidade chilena de Concepción, uma das mais afetadas pelo terremoto que tirou a vida de http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/03/01/sobe+para+723+o+numero+de+mortos+no+terremoto+do+chile+9412895.html target=_toppelo menos 723 pessoas em todo o país.

EFE |

Na localidade de Chiguayante, vizinha à capital da região de Bío-Bío, um homem ainda não identificado que caminhava pela rua com amigos morreu atingido por um tiro de procedência desconhecida, disse o general Eliecer Solar, chefe da polícia militarizada.

O incidente ocorreu às 21h30 (de Brasília), quando já estava em vigor o toque de recolher imposto para conter os saques e outros atos de violência ocorridos no domingo em Concepción, a 515 quilômetros de Santiago.

A morte está sendo investigada, disse o oficial da Carabineiros, que acrescentou que os distúrbios registrados durante a noite e a madrugada não fugiram do que era esperado pelas autoridades.


Policiais patrulham ruas de Concepción durante toque de recolher / AP

Por sua vez, o subsecretário de Interior do Chile, Patrício Rosende, disse que os detidos por violar o toque de recolher se somam a outras 105 pessoas presas durante saques e outros atos de vandalismo ocorridos em Concepción durante o domingo.

Segundo Rosende, o primeiro dia do toque de recolher, que se estendeu das 21h (de Brasília) de ontem às 6h de hoje, foi "tranquilo", com alguns "focos menores" de distúrbios.

No entanto, os habitantes de localidades vizinhas a Concepción, como Chiguayante, San Pedro de la Paz e Hualqui, disseram ter vivido "uma noite de terror", já que vários vândalos e marginais ameaçaram invadir casas.

"Ouvimos tiros a noite toda. Tivemos que prender tochas e cuidar de nossas coisas", disse à imprensa uma habitante de Chiguayante. Os moradores acrescentaram que a presença militar e policial na região "foi nula" durante a madrugada.


Com EFE, Reuters e BBC

Leia também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: terremoto no chile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG