Islamabad, 3 abr (EFE).- Pelo menos 20 supostos insurgentes e um membro das forças de segurança morreram em combates na demarcação tribal paquistanesa de Orakzai, onde as tropas realizam uma ofensiva contra os fundamentalistas, informou hoje uma fonte oficial.

Segundo a fonte das forças de segurança, citada pelo canal privado "Geo TV", um grupo de insurgentes lançou um ataque contra as forças de segurança, que revidaram e mataram 20 extremistas.

De acordo com esta versão, seis soldados e vários insurgentes ficaram feridos durante o confronto.

Além disso, as tropas atacaram vários refúgios dos talibãs nas regiões de Atmankhel e Torikhel, enquanto dois complexos supostamente utilizados pelos insurgentes em Ferzokhel estão sob controle das forças de segurança.

Segundo a administração política de Orakzai, os insurgentes explodiram esta manhã uma escola masculina de ensino primário na região de Darra Adamkhel, sem que fossem registradas vítimas.

Há mais de uma semana, o corpo da guarda de fronteiras, apoiado por unidades militares convencionais, começou uma operação antitalibã em Orazkai, cujo objetivo principal é a facção regional do movimento Tehrik-e-Taliban Pakistan (TTP), que aglutina diversos grupos talibãs paquistaneses. EFE igb-mb/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.