Material estava escondido em um contêiner cheio de cascas de caracol em um navio procedente da África

A Polícia aduaneira do Vietnã confiscou uma tonelada de marfim de elefante africano, material de contrabando que estava escondido em um contêiner cheio de cascas de caracol em um navio procedente da África, informaram fontes oficiais.

É o terceiro confisco de marfim que acontece este ano no porto de Haiphong, no norte do país, ponto de passagem habitual para o marfim de contrabando que se direciona ao lucrativo mercado chinês.

Segundo o chefe de Alfândegas de Haiphong, Ngo Manh Tuan, o contêiner tinha como destinatária uma empresa da província de Lang San, na fronteira com a China. Em março, as autoridades de Haiphong confiscaram o maior carregamento de marfim da história do Vietnã, com cerca de sete toneladas de presas de elefantes procedentes da Tanzânia.

O comércio de marfim está oficialmente proibido desde 1989 sob Convenção das Nações Unidas para a Proteção de Espécies, e ajudou a recuperar as povoações de elefantes em muitas nações africanas onde eles estavam à beira da extinção. No entanto, o mercado internacional segue se alimentando de marfim ilegal, utilizado para a fabricação de joias e objetos de decoração.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.