Vídeo de estudantes com traje de Borat causa polêmica no Vietnã

Um vídeo com dois estudantes usando o traje de banho do personagem Borat, criação do humorista britânico Sacha Baron Cohen, e provacando risadas entre os participantes de uma festa causou grande polêmica no Vietnã. A performance foi parar na internet, e o vídeo que mostra os dois jovens nos trajes sumários, dançando e lutando um contra o outro ao som de uma famosa música revolucionária vietnamita, desencadeou uma onda de fóruns de discussão na rede e também na imprensa do país.

BBC Brasil |

Vários leitores e internautas reagiram com indignação ao vídeo, considerado ofensivo aos costumes do país.

Os estudantes foram suspensos por um ano do colégio em que estudavam, quem, por sua vez, foi multado pela prefeitura de Hanói.

'Mankini'
Os dois estudantes se apresentaram dançando e usando o "mankini", um traje de banho minúsculo usado pelo personagem Borat no filme Borat: O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América, em uma festa da empresa dona do colégio onde eles estudam.

A Superintendência Cultural de Hanói multou a empresa onde eles se apresentaram, a FTP Arena, em 4 milhões de dongues (cerca de R$ 461) por uma série de delitos, inclusive "uso de roupas inadequadas".

Em uma declaração, a FTP Arena afirmou que os organizadores da festa não sabiam a respeito da apresentação e dois executivos já foram demitidos.

O vídeo mostrando os dois jovens fantasiados já foi retirado de vários sites, mas as imagens ainda podem ser vistas em blogs particulares.

Os dois jovens, vestidos com o traje igual ao do personagem Borat, dançam em frente a um coral. As imagens do vídeo mostram também os integrantes do coral lutando para controlar o riso.

Jornais do Vietnã qualificaram o episódio de "obsceno", afirmando que a dança dos estudantes vai contra a moralidade e tradição do Vietnã. Leitores indignados com o incidente escreveram para os jornais pedindo a punição dos dois.

"Não consigo entender como eles puderam fazer algo tão anticultural. Não consigo aceitar", afirmou um dos leitores, Nguyen Dinh Van, de Hanói.

Mas, alguns acharam que a apresentação dos dois foi engraçada.

"Eles fizeram a mesma apresentação no Dia das Bruxas do ano passado, na escola, e a platéia gostou", disse um estudante de Hanói, que preferiu permanecer anônimo.

"Só que este ano houve uma confusão e os caras erraram na fantasia", acrescentou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG