Vídeo da Al-Qaeda promete mais retaliações contra a Dinamarca

DUBAI - A Al-Qaeda fez novas ameaças contra a Dinamarca em um vídeo publicado na Internet na sexta-feira, dizendo que um ataque à embaixada dinamarquesa no Paquistão marcará o começo de sua retaliação ao que consideram um insulto ao profeta Maomé.

Reuters |

O vídeo mostra o importante líder da Al-Qaeda Mustafa Abu al-Yazid, dado como morto no mês passado. A compilação é datada de agosto de 2008, apesar de ser feita com trechos gravados em várias datas.

O vídeo mostra um homem-bomba que teria atacado a embaixada dinamarquesa em Islamabad no dia 2 de junho, matando seis pessoas, em resposta à publicação de charges do profeta Maomé em jornais da Dinamarca.

As charges despertaram revolta no mundo islâmico em 2006, depois de serem publicadas em um jornal dinamarquês em 2005.

Uma delas, republicada em um jornal dinamarquês neste ano, mostra Maomé escondendo uma bomba no turbante.

'Avisamos antes, e avisamos mais uma vez, que os Estados da Cruzada em que eles insultaram, caçoaram e difamaram nosso Profeta e o Corão em sua mídia, além de ocupar nossas terras, roubar nossos tesouros e matar nossos irmãos, todos eles terão a vingança exata no tempo e lugar apropriados', disse Abu al-Yazid.

'A embaixada dinamarquesa e outras operações são só o começo... se vocês não pararem com suas medidas errantes e a agressão', disse o líder militante egípcio, em um vídeo postado em sites islâmicos.

O Serviço de Inteligência e Segurança da Dinamarca disse acreditar que o vídeo é autêntico e reforçou sua conclusão de que a Al-Qaeda está por trás do ataque em Islamabad.

Leia mais sobre: Dinamarca

    Leia tudo sobre: dinamarca

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG