Vice-presidente da Venezuela renuncia, confirma fonte do governo

CARACAS (Reuters) - O vice-presidente e ministro da Defesa da Venezuela, Ramón Carrizález, apresentou sua renúncia a ambos os cargos, confirmou à Reuters nesta segunda-feira uma fonte do governo. Vários veículos de imprensa locais divulgaram que ele teria saído por motivos pessoais. Além disso, sua esposa e ministra do Meio Ambiente, Yuvirí Ortega, também renunciou ao cargo.

Reuters |

Carrizález, militar aposentado considerado um dos homens fortes do governo do presidente Hugo Chávez, havia ocupado anteriormente o cargo de ministro da Habitação e assumiu a vice-presidência depois que o presidente renovou seu gabinete em 2008 após sua primeira derrota eleitoral.

"Por meio de um comunicado de imprensa, Carrizález esclareceu que sua demissão não representa nenhum desacordo com o Executivo e que qualquer outra versão sobre o caso é falsa e tendenciosa", disse o canal estatal Telesur em sua página na Internet.

Uma fonte do governo confirmou a renúncia dos dois funcionários.

(Reportagem de Enrique André Pretel)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG