Vice-presidente chinês vê sinais de menor tensão na Coreia do Norte

Tóquio, 16 dez (EFE).- O vice-presidente da China, Xi Jinping, disse hoje no Japão que há sinais de redução da tensão em assuntos relacionados com Coreia do Norte, incluídos os nucleares e a volta de Pyongyang às conversas de seis lados.

EFE |

"Existe uma nova oportunidade para retomar as conversas de seis lados (nas quais participam as duas Coreias, China, Japão, Estados Unidos e Rússia) e a desnuclearização da Península de Coreia", opinou o vice-presidente.

Estas conversas foram suspensas após a saída da Coreia do Norte como protesto pela condenação internacional a seu lançamento de um foguete de longo alcance em abril.

Jinping, que é visto como o sucessor de Hu Jintao na Presidência da China, acrescentou que "foram alcançados muitos acordos em temas importantes entre os EUA e a Coreia do Norte", em aparente referência à visita do enviado americano, Stephen Bosworth, a Pyongyang na semana passada, segundo informou a agência japonesa "Kyodo".

Além disso, Jinping pediu ao ministro de Assuntos Exteriores japonês, Katsuya Okada, que os dois países trabalhem para estabelecer relações estratégicas e beneficentes para ambos.

O vice-presidente chinês assegurou que seu país está centrado no desenvolvimento econômico "com a bandeira da paz", em um esforço para moderar as críticas no Japão sobre o poderio militar chinês na região.

O vice-presidente chinês foi recebido ontem em Tóquio pelo imperador do Japão, Akihito, em uma audiência marcada pela polêmica ao ter quebrado o rígido protocolo da Casa Imperial, que a princípio tinha rejeitado o encontro por uma questão burocrática, e pelo primeiro-ministro, Yukio Hatoyama. EFE jmr/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG