Vice-presidente chinês chega a Caracas para ampliar cooperação bilateral

Caracas, 17 fev (EFE).- O vice-presidente da China, Xi Jinping, chegou hoje à Venezuela para uma visita oficial na qual os dois países ampliarão para US$ 12 bilhões um fundo de investimentos conjunto e concretizarão a criação de empresas mistas petrolíferas.

EFE |

O vice-presidente venezuelano, Ramón Carrizales, e o ministro de Relações Exteriores, Nicolás Maduro, lideraram pouco depois do meio-dia a cerimônia de boas-vindas a Jinping no aeroporto internacional que serve Caracas, que incluiu honras militares de rigor.

O chamado "fundo estratégico" bilateral, apontado como a iniciativa mais importante da relação, cujo comércio chegou no ano passado a quase US$ 10 bilhões, foi criado em novembro de 2007 com US$ 4 bilhões fornecidos pela China e US$ 2 bilhões pela Venezuela.

Um ano depois o Banco de Desenvolvimento da China (CNPC) e a estatal Petróleos de Venezuela S. A. (PDVSA) assinaram um memorando de entendimento em Pequim para duplicar o valor para US$ 12 bilhões, o que deve se concretizar com a visita do vice-presidente chinês a Caracas.

O Governo venezuelano, que espera aumentar para 1 milhão de barris o volume diário de venda de seu petróleo para a China, não deu informações da agenda de Jingping, mas confirmou que esta noite inaugurará com o presidente Hugo Chávez um Fórum Empresarial entre China e Venezuela que identificará outras áreas de cooperação.

A visita de Jingping à Venezuela coincide com o aniversário de 35 anos do estabelecimento das relações diplomáticas bilaterais. EFE ar/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG