Vice-presidente americano falará de crise e segurança na Costa Rica

O vice-presidente americano Joe Biden, que está no Chile para a Cúpula Progressista, seguirá no domingo para a Costa Rica, onde discutirá formas de cooperação entre os Estados Unidos e a América Central para enfrentar a crise econômica, o narcotráfico e os problemas de imigração e segurança.

AFP |

Formalmente, o objetivo da visita de Biden é realizar consultas sobre a próxima Cúpula das Américas em Trinidad e Tobago, da qual Obama participará, mas o prato principal de fato do encontros será a discussão da crise econômica, indicaram funcionários.

Este será o primeiro encontro entre um representante do governo de Barack Obama e líderes da América Central. Além disso, será a estréia na arena internacional do presidente eleito de El Salvador, Mauricio Funes, que confirmou na sexta-feira sua presença na reunião ao lado do atual presidente salvadorenho, Antonio Saca.

Participarão do encontro governantes dos sete países do continente, incluindo Belize. Os presidentes da Nicarágua e de Honduras não irão, mas enviarão delegados para representá-los.

Biden, que está em Viña del Mar, no Chile, em uma cúpula de líderes progressistas, chegará a San José por volta das 16H00 horário local (22H00 GMT), segundo a embaixada dos Estados Unidos. Ele irá acompanhado de sua mulher, Jill, e de vários assessores, entre eles Craig Kelly, do departamento de Estado, e Daniel Restrepo, do Conselho de Segurança Nacional.

fj/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG