Vice-presidente americano chega ao Líbano

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, faz nesta sexta-feira uma visita relâmpago a Beirute, duas semanas antes das eleições legislativas cruciais que podem ser vencidas pelo movimento radical xiita Hezbollah.

AFP |

Biden, na primeira visita de uma autoridade americana deste nível desde 1983, desembarcou às 11H45 (5H45 de Brasília) no aeroporto de Beirute e seguiu de helicóptero para o palácio presidencial para um encontro com o presidente libanês Michel Suleiman, com o primeiro-ministro Fuad Siniora e com o presidente do Parlamente, Nabih Berri.

O vice-presidente americano afirmou pouco depois de chegar ao país que avaliará o programa de ajudas ao Líbano em função das políticas do novo governo, que sairá das urnas após as eleições de 7 de junho.

O Hezbollah criticou a visita, a primeira de um vice-presidente americano desde a de George Bush pai em 1983, após o ataque a um quartel de marines americanos que matou 214 pessoas. O atentado foi atribuído por Washington ao grupo islamita.

As eleições de junho podem dar a vitóri à atual minoria parlamentar dirigida pelo partido xiita e apoiada por Síria e Irã.

O Hezbollah, que prega a luta contra Israel, é considerado um grupo terrorista por Washington, assim como o grupo palestino Hamas que controla a Faixa de Gaza.

Washington condiciona qualquer diálogo com estes grupos a dois fatores: renunciar à violência e reconhecer o Estado de Israel.

bur-ram/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG