Vice-chanceleres de Colômbia e Equador iniciam reunião de 2 dias no Panamá

Panamá, 29 abr (EFE).- Os vice-chanceleres da Colômbia, Camilo Reyes, e do Equador, Jose Valencia, iniciaram hoje no Panamá uma primeira rodada daquele que é considerado o primeiro encontro de alto nível entre representantes dos dois países desde que romperam suas relações diplomáticas em 3 de março.

EFE |

A reunião, fomentada pela Organização dos Estados Americanos (OEA), foi confirmada à Agência Efe pelas partes envolvidas, que acrescentaram, sem dar detalhes da agenda, que uma coletiva de imprensa seria realizada ao término do encontro, de dois dias de duração.

Nem as autoridades panamenhas nem as delegações diplomáticas dos países convocados se pronunciaram sobre as expectativas da reunião, que foi também noticiada pela Chancelaria do Equador por meio de um comunicado emitido nesta segunda-feira em Quito.

Segundo a nota oficial, este é o primeiro contato direto de alto nível para tratar as diferenças entre os dois países após o ataque colombiano a um acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em território equatoriano, em 1º de março último.

Participam do encontro representante da OEA no escritório regional do Panamá, o uruguaio Raúl Lago, as embaixatrizes no Panamá de Colômbia, Gina Beneddetti, e Equador, Elsa Beatriz Villacis Roca.

A OEA ofereceu sua mediação para restabelecer as relações diplomáticas entre ambas as nações, depois de o Equador ter elevado seus protestos na organização continental devido ao que considera uma agressão colombiana.

Em uma resolução pública, a OEA lembrou o princípio de inviolabilidade do território soberano de um Estado e já recomendou a formação de uma comissão especial liderada por seu secretário-geral, José Miguel Insulza, e embaixadores de Brasil, Argentina, Bahamas, Panamá e Peru. EFE aic/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG