Vice sunita critica postura do Iraque sobre Conselhos de Salvação

Bagdá, 12 set (EFE).- O vice-presidente sunita do Iraque, Tareq al-Hashemi, advertiu hoje que a decisão do Governo de Nouri al-Maliki de ignorar os chamados Conselhos de Salvação pode prejudicar a segurança do país.

EFE |

Hashemi fez estas declarações sobre os Conselhos de Salvação - milícias tribais sunitas que colaboram com as tropas americanas e iraquianas na luta contra a insurgência - em visita à cidade de Faluja, segundo um comunicado da Vice-Presidência.

"Os conselhos de salvação conseguiram a segurança e a estabilidade para o país, e o Governo deveria tratá-los da mesma maneira que tratam outras milícias", disse Hashemi, em referência à xiita Brigadas Badr, do Partido Islâmico Iraquiano, que se integrou ao Exército iraquiano.

Para Hashemi, os Conselhos de Salvação, ao fazerem parte da estratégia de segurança e lutar junto aos soldados iraquianos, deveriam, "portanto, se fundir às Forças Armadas". EFE ah/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG