Bogotá, 28 ago (EFE) - O vice-presidente da Colômbia, Francisco Santos, pediu ao presidente colombiano, Álvaro Uribe, e a outros funcionários para levantar a bandeira branca para frear os duros confrontos do Governo com tribunais e opositores.

Santos, em discurso pronunciado na quarta-feira à noite e divulgado hoje por veículos de comunicação locais, pediu o fim do choque de poderes que se intensificou esta semana com acusações do Executivo contra a Corte Suprema de Justiça e políticos opositores.

"Quero convidar meus colegas de Governo, o senhor presidente, a levantarem a bandeira branca, para que, em um momento em que somos acusados de coisas injustas, o aceitemos pela dignidade do cargo, administremos a situação com concórdia e demos o exemplo que 80% dos colombianos respaldam", disse.

"Aos colegas do Gabinete, convido para que demos um passo atrás e busquemos o cenário de concórdia, de discussão", acrescentou.

Santos considerou "necessário um diálogo construtivo ao mais alto nível" entre os líderes da política.

Uribe mantém um forte confronto com a Corte Suprema, à qual acusa de preparar um complô contra sua Administração.

Esse tribunal investiga vários políticos detidos por ligações com os desmobilizados esquadrões paramilitares de direita.

Pouco depois do pedido do vice-presidente ao comedimento, o presidente, em reunião para apresentar resultados do Governo realizada no palácio presidencial de Nariño, comentou que "este Governo responde por cada um de seus feitos e palavras". EFE gta/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.