Vertebrados deixaram pegadas na Antártida há 245 milhões de anos

Washington - Paleontólogos dos Estados Unidos descobriram na Antártida túneis fossilizados escavados por tetrápodos no período Triásico há 245 milhões de anos, revelou hoje um relatório divulgado pela revista Journal of Vertebrate Paleontology.

EFE |

Os tetrápodos são qualquer tipo de vertebrado que se desloca sobre quatro patas ou apêndices similares.

Segundo os cientistas da Universidade de Washington, os fósseis se formaram quando a areia de um rio entrou nos túneis e endureceu nos espaços abertos.

A maior peça desses fósseis tem cerca de 35 centímetros de comprimento, por 15 cm de largura e 7,5 cm de altura.

No local não foram encontrados restos dos animais, mas os sedimentos fossilizados preservaram as pegadas que eles deixaram quando entravam e saíam desses túneis, disseram os cientistas.

"Encontramos boas provas de que foram feitos por animais que viviam em terra e não por caranguejos", declarou Christian Sidor, professor de paleontologia da Universidade de Washington.

Na realidade, já tinham sido encontrados fósseis de tetrápodos do final do período Triásico em uma região da Antártida chamada "Victoria Land", mas os túneis foram cavados há cerca de 15 milhões de anos antes, explicou Sidor.

Segundo o paleontólogo, é possível que os túneis tenham sido obra de pequenos répteis similares a um lagarto chamados "Procolophonids", ou um mamífero primitivo conhecido como "Thrinaxodon".

Leia mais sobre: história

    Leia tudo sobre: arqueologiahistória

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG