Ventos levam bombeiros a se afastar de incêndios na Austrália

Sydney (Austrália), 3 mar (EFE).- Os bombeiros australianos anunciaram hoje que, por enquanto, vão se afastar de vários incêndios florestais no sudeste do estado de Victoria, devido ao perigo gerado pelos fortes ventos, de mais de 100 km/h, que atingem a região.

EFE |

Nas últimas horas, a velocidade dos ventos chegou a 125 km/h no oeste do estado e a 90 km/h em Gippsland, a sudeste da capital estadual Melbourne.

Victoria iniciou esta manhã a maior operação de emergência em toda sua história para evitar que os incêndios causem uma catástrofe similar a de 7 de fevereiro, quando pelo menos 210 pessoas morreram.

Colégios e creches ficaram fechados, enquanto a Polícia cortou o acesso por estrada a várias áreas em locais de perigo.

A fraca chuva que caiu em algumas áreas foi insuficiente para erradicar o potencial destruidor do fogo, instigado pelos fortes ventos.

Cerca de cinco mil bombeiros e membros dos serviços de emergências estão desdobrados por todo o estado para combater os quatro focos de incêndio, que podem acabar se unindo a outros devido aos vendavais.

O incêndio que mais preocupa as autoridades é o de Kilmore-Murrindindi, a nordeste de Melbourne, e também segue ativo e fora de controle o de Wilsons Prom, no sudeste de Victoria.

Além dos 210 mortos, os incêndios florestais que arrasaram há um mês Victoria destruíram mais de duas mil casas e queimaram 400 mil hectares de terras. EFE mg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG