Vento forte derrubou avião de milionário Steve Fossett

Ventos fortes que teriam puxado para baixo o avião do milionário americano Steve Fossett são a provável causa do acidente que provocou sua morte, segundo o resultado de uma investigação nos Estados Unidos. O Painel Nacional de Segurança do Transporte (NTSB, na sigla em inglês), afirma que Fossett provavelmente entrou em uma zona de turbulência que excedia a capacidade de subida de seu pequeno avião.

BBC Brasil |

Fossett tinha 63 anos de idade quando desapareceu em setembro de 2007, durante um voo solo depois de partir de um rancho no Estado americano de Nevada.

Seus restos foram encontrados um ano depois nas montanhas de Sierra Nevada.

Ao concluir a investigação, o NTSB determinou que não há provas de qualquer problemas no avião - um Bellanca Super Decathlon - que poderiam fazer com que ele não operasse normalmente.

Segundo os investigadores, a causa mais provável do acidente foi "um encontro inadvertido com lufadas de vento direcionadas para baixo que excederam a capacidade do avião de retomar altitude".

As lufadas, de "pelo menos 400 pés por minuto" teriam repentinamente puxado para baixo o monomotor de Fossett, levando o milionário aventureiro a perder o controle do avião.

As marcas no solo e a distribuição dos destroços por uma grande área indicam que o avião voava em alta velocidade quando caiu e pegou fogo, destruindo a maior parte da fuselagem.

Apesar das intensas buscas na época do acidente, não foi encontrado nenhum traço de Steve Fossett até mais de um ano após sua morte. Ele foi declarado oficialmente morto em fevereiro de 2008.

Mas as buscas por seu corpo foram retomadas em novembro de 2008, depois que um alpinista encontrou sua carteira de identidade em um lugar remoto, nas montanhas de Sierra Nevada.

Uma equipe de buscas depois encontrou os sapatos de Fossett e sua carteira de motorista, junto com dois grandes ossos que, depois de exames de DNA, foram confirmados como sendo do milionário.

Fossett foi a primeira pessoa a circular o globo em um voo solo de balão, em 2002.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG